Uma questão de orientação

Meu amigo Hermê tem lá sua piadinha com o Lugo. O que parece escapar ao pessoal nessa questão é o que, na minha modesta e polêmica opinião, é uma das rachas na igreja católica. Onde se lê esquerda, ação voltada para os problemas concretos da comunidade de fiéis, teologia da libertação, leia-se também homens que gostam de mulher. Onde se lê direita, uma igreja voltada para o ritual e o espiritual, Platão, leia-se também homens que gostam de rapazes. Claro que isso não é assim tão homogêneo, mas reparem em Lugo, Boff etc, versus o discreto acobertamento pelo Vaticano de casos de pedofilia como o da Instituto Antonio Provolo, por exemplo.

Anúncios

3 Respostas to “Uma questão de orientação”

  1. NPTO Says:

    Êpa! Diante da correlação identificada, só queria lembrar vocês que eu sou de esquerda. Esquerdão. Vamos lá, todo mundo, “De pé, ó vítimas da fome…”

  2. samurainoutono Says:

    Nós e o presidente Lula. FhC também gosta, mas ele parecia Ulisses amarrado ao poste: cercado por diplomatas surdos ao encanto das mulheres. Isso certamente evitava atritos como os que atingiram o ministro Pagliacci, que também gostava muito. Mas reza a lenda que este último tinha alguns pendores à direita, como um dedo fora do campo democrático.

  3. ohermenauta Says:

    Pô, Samurai, minha piadinha com o Lugo foi apartidária, não ideológica e levemente nelsonrodrigueana. Ocorre é que a luxúria libidinosa de um bispo, seja lá por qual buraco, é sempre um espetáculo digno de nota para um ateísta… 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: