Sobre o século que vem por aí

Esse é um ponto que pretendo desenvolver mais no futuro, vai por enquanto o primeiro registro.

No longo século XXI o estado tomará para si funções crescentes de condução da economia. Seja assumindo os alfas/windfalls de recursos naturais e/ou institucionais, seja como agente concentrador e/ou formador de poupança. Não é o estatismo do estado controlando a economia como um todo, mas controlando aquelas operações em que o risco, o ritmo, a repercussão sejam por demais grandes.

Os fundos soberanos, as agências oficiais de crédito: as instituições desse mundo futuro.

O que mais mudará? A princípio, o sistema de patentes, geração de alfa/renda ricardiana por meio de legislação sob o argumento de que isso leva à inovação. Not any more, Austin, como mostra a criação de um hedge fund de inovação.

Mas mais mudanças, creio, virão, e sobre elas pretendo manter uma conversação aqui.

Por enquanto é

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: